Alimentaria & Horexpo vai ser alvo de rebranding e procura novo parceiro

Por a 17 de Abril de 2019 as 17:34

A Alimentaria & Horexpo (A&H), salão internacional da alimentação, hotelaria e tecnologia para a indústria alimentar, vai ser alvo de um ‘rebranding’. O certame, que celebrou este ano a sua 15ª edição, vai mudar de nome devido ao fim da parceria que mantinha com a homóloga espanhola Alimentaria & Hostelco.

“A nossa relação com a feira de Barcelona vai ser sempre uma relação importante e passará por outro tipo de parcerias, não de co-organização mas nalgum entendimento face ao mercado espanhol e português”, garantiu a diretora da área de feiras da FIL, Fátima Vila Maior, num encontro com a imprensa.

Desta forma, a FIL está agora à procura de novos parceiros para realizar o próximo certame. Além do nome,  podem surgir mudanças no conceito do evento e na própria frequência, que atualmente é bienal. “Tudo depende do parceiro que encontrarmos”, acrescenta a responsável que admite que, nesta fase, todas as cartas estão em cima da mesa.

Edição de 2019 recebeu 19 mil visitantes

A 15ª edição da Alimentaria&Horexpo, que decorreu entre 24 e 26 de março, recebeu perto de 19 mil visitantes. O número é inferior ao da última edição (23 mil visitantes), propositadamente. De acordo com Fátima Vila Maior, a organização quis “controlar o número de entradas neste evento” de forma a conseguir “fazer uma triagem dos verdadeiros profissionais e players do setor” .

O maior setor de atividade presente na H&S foi o da distribuição, com uma representação de 20%, seguindo-se os fabricantes de produtos alimentares (20%), hotelaria (18%) e supermercados 5%.

Pela primeira vez foi realizado um inquérito de satisfação aos visitantes profissionais, com uma amostra de 470 respostas. 68% dos inquiridos deslocou-se ao evento com o intuito de fazer negócio e 64% dos mesmos conseguiu concretizá-lo. A maioria, 57%, afirma ainda que o certame deveria ter uma frequência anual.

Dos visitantes internacionais, o feedback foi positivo. “Conheceram empresas portuguesas que não conhecem noutras feiras. Ficaram agradados com estas empresas mais pequenas e sofisticadas e com mais valor acrescentado do que as empresas maiores e mais tradicionais que eles já conhecem”, esclarece Fátima Vila Maior.

A edição deste ano contou  com a presença de mais de 300 empresas estrangeiras. Além de ter sido a montra de produtos de países como a Bulgária, a China ou a Polónia, a Alimentaria&Horexpo Lisboa 2019 foi ainda palco privilegiado para países como a Alemanha, Áustria, Brasil, França, Holanda, Itália, Perú, Polónia, Suíça, Tailândia, Bélgica, Luxemburgo ou México.

De destacar ainda a iniciativa Live Innovation Hotel  o repto lançado pela FIL a várias profissionais de design. Depois do sucesso da última iniciativa, ‘O mais português hotel do mundo’,  a inovação assumiu o protagonismo este ano. Cinco profissionais construíram um hotel tecnológico que esteve em exposição durante os três dias do evento, iniciativa que, uma vez mais,” arrecadou elogios por parte dos participantes da HS”, atestou a responsável.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *