Nova marca hoteleira “705” investe mais de 60M€ na Área Metropolitana do Porto

Por a 21 de Junho de 2024 as 16:45
Créditos: DR

O parque hoteleiro português vai contar com uma nova marca, a 705, que tem em vista a inauguração de duas unidades no Porto este ano e a abertura de mais quatro unidades nos próximos dois anos, tanto no Porto como em Vila Nova de Gaia.

A marca detida pelo grupo Teppe, que opera na promoção imobiliária e construção, surge da intenção de criar “uma nova área de negócio do grupo, focada em hospitality, para otimizar um conjunto de propriedades geridas pela Teppe”, como Teresa Martins, general manager da 705, explicou em declarações à Publituris Hotelaria.

Para o efeito, o grupo tem em vista investir 60 milhões de euros nestas seis propriedades, cuja exploração hoteleira ficará a cargo da Hotels Seven O Five – a designação por extenso da marca 705.

Para este ano de 2024, mais concretamente no próximo mês de julho, está prevista a abertura da 705 Porto Prime Home e da 705 Porto Prime Apartments sob o mote “Where Guests feel truly at home”.

A 705 Porto Prime Home será constituída por 41 apartamentos turísticos de diferentes tipologias, na qual os hóspedes podem contar com um ginásio, serviço de receção e concierge 24 horas por dia e um jardim com “espaços multifacetados, como coworking, lounge e bar com esplanada numa área acima de 300 metros quadrados”, como explica a general manager da 705.

Já o 705 Porto Prime Apartments será um alojamento local com quatro apartamentos de tipologia T1 a 100 metros da Rua de Santa Catarina, “uma unidade mais direcionada para estadias de longa duração”, de acordo com Teresa Martins.

Créditos: DR

Apesar de estes projetos se tratarem de apartamentos com serviços hoteleiros, a general manager da marca refere que o objetivo é que “o serviço esteja cada vez mais próximo do que encontramos num hotel”.

Relativamente às próximas quatro aberturas, previstas até 2026, Teresa Martins afirma que “algumas propriedades já estão em construção”, esperando-se que disponibilizem um total de 400 camas. No entanto, refere que “ainda é cedo para revelar os conceitos e os nomes das mesmas”, uma vez que ainda estão “em processo de desenvolvimento”.

Sobre a 705

Em nota de imprensa, o grupo Teppe dá conta de que pretende posicionar a sua nova marca de hospitality no segmento premium, entre o upscale e o midscale. A ideia passa por oferecer alojamentos que deem resposta “a um segmento de viajantes que privilegiam uma oferta com qualidade e atenção ao detalhe, excedendo o padrão que o alojamento midscale oferece, sem a proposta e o custo luxuoso das unidades upscale”.

Já o nome da marca faz referência ao ano de 705, altura em que foi inaugurado no Japão o primeiro hotel do mundo, o Nishiyama Onsen Keiunkan. Desta forma, o grupo pede emprestado este legado histórico para “fazer a ponte entre o passado e o presente, mantendo vivo o espírito tradicional do acolhimento e do cuidado ao visitante”.

Além do alojamento, a marca pretende ter uma oferta complementada por “serviços personalizados e experiências abrangentes, desde tours e experiências gastronómicas, a atividades culturais e artísticas”, como refere em comunicado.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *