Selina avança para bolsa após fusão com BOA Acquisition Corp.

Por a 30 de Dezembro de 2021 as 7:48

O grupo Selina, a marca hoteleira  direcionada para millennials e jovens da geração Z, e a BOA Acquisition Corp., uma empresa de aquisição para fins especiais de capital aberto, anunciaram a celebração de um acordo de fusão que resultará na cotação em bolsa da marca Selina. A transação avalia a empresa num capital social de, aproximadamente, 1.2 mil milhões de dólares, e deverá estar concluída no primeiro semestre de 2022, com a empresa a operar como “Selina Hospitality plc” e as suas ações a ser cotadas na bolsa de Nova Iorque – New York Stock Exchange – com o símbolo “SLNA”.

Lançada em 2015 pelos cofundadores Rafael Museri, CEO, e Daniel Rudasevski, Chief Growth Officer, a rede Selina já deteve 134 propriedades desde a América do Norte e do Sul à Europa e Médio Oriente, das quais 83 estão a operar atualmente.

Desde a sua criação, a marca Selina tem expandido, constantemente, o seu alcance geográfico, ao apostar em tecnologia própria para identificar hotéis de baixo desempenho e transformá-los em hubs culturais, recorrendo a designers, artistas locais e fornecedores de produtos alimentares, e apresentando uma programação inspirada em experiências locais. As propriedades da Selina oferecem ainda o primeiro “lar global” para nómadas digitais, proporcionando uma experiência que deverá continuar a impulsionar a procura por esta oferta da marca, numa altura em que se prevê que 73% dos empregadores recorram a métodos de teletrabalho até 2028.

A marca de lifestyle Selina foi desenvolvida especificamente para millennials e jovens da geração Z que se encontram a viajar, um segmento que representa uma fatia de 350 mil milhões de dólares gastos por ano no setor das viagens, de acordo com as estimativas da Selina.

Em fase de rápido crescimento, a marca hoteleira compreende 35.000 camas disponíveis ao longo de 23 países, oferecendo às gerações mais jovens de viajantes uma experiência de serviço completo e uma variedade de estadias a preços atraentes. A Selina caminha assim para construir uma rede global de destinos autênticos desenhada para residentes, visitantes e locais, de forma a estabelecer relações com significado, enquanto, em média, 66% dos seus hóspedes fazem novas amizades durante a sua estadia. Crescem as expectativas de que a marca continue a beneficiar do aumento do teletrabalho, da priorização da saúde e bem-estar e de um estilo de vida experiencial entre os jovens viajantes, que devem ganhar um ainda maior destaque ao longo dos próximos anos.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *