Opinião | A nova era da hospitalidade numa nova realidade: propósito, wellness, pessoas e planeta

Por a 4 de Março de 2021 as 9:59

O tema do Global Wellness Summit de 2020 foi “Resetting the World with Wellness” – com uma audiência global, este evento aconteceu num formato híbrido e foi um imenso sucesso, como seria de esperar.

Entrámos na nova Era
São novos tempos, com eles novos princípios e regras. É preciso ter uma perspetiva maior, procurar soluções alternativas, descobrir novas áreas, integrar e inovar na fusão Tecnologia e Natureza, apostar nas energias renováveis, defender modelos de negócio que privilegiam a sustentabilidade de economia circular, social e local. A Hotelaria é cada vez mais um catalisador a nível individual e coletivo: seja pelas novas marcas que nasceram com propósitos muito reais e autênticos, que começam a emergir face às marcas “caducas” e sem nada para acrescentar para além das camas, restaurantes, bares, piscinas e, claro, o cliché do spa. A área Wellness cada vez mais reforça o seu posicionamento e ganha maior quota de mercado – já não podemos ignorar, nem mesmo os que tapam os olhos a fingir que está tudo igual – pior quando ocupam lugares de decisão.

A Saúde Mental
Em 2019, foi avaliada em 120,8 biliões de dólares, a nível global. Deste valor global 49.5 biliões de dólares estão diretamente relacionados com áreas ligadas a experiências sensoriais (aromas, luz, som, toque) que vão desde: aromaterapia, iluminação personalizada para cada estado emocional, músicas com frequências energéticas que servem para energizar ou relaxar, “forest bathing”, Yoga do Riso; sono regenerador, que requer quartos insonorizados, materiais orgânicos, temperatura, colchões, almofadas, etc. e os espaços – cada vez uma maior aposta da arquitetura e design de interiores – biophilic design: a conexão da natureza com o propósito de melhorar a saúde e bem-estar – Uma das grandes referências hoteleiras é o grupo 1Hotels.com. Depois temos outras áreas, como os Fortificantes Cerebrais (é assustador ler que Portugal ocupa o 4º lugar na OCDE com mais pessoas com demência por cada mil habitantes e que de acordo com o relatório, a estimativa do número de casos com demência para Portugal sobe para mais de 205 mil pessoas, número que subirá para os 322 mil casos até 2037) – Fonte: Associação Alzheimer Portugal – o Stress é um dos maiores responsáveis por este e outros flagelos na saúde. A suplementação via “Nutraceuticals” – terapias biológicas não específicas usadas para promover o bem estar geral, para controlar sintomas e impedir processos malignos. Destaque para a autoconsciência e cura evolutiva pessoal (Coaching, Mentoring, Terapia, PNL) e claro a área que engloba meditação e mindfulness. É importante clarificar que a saúde mental é composta por cinco grandes dimensões: física, social, emocional, mental e espiritual. É mais do que óbvio que a hospitalidade representa cada vez mais uma prioridade como forma de prevenção e de regeneração.

Viajar é a melhor Receita
Hoje viajar ganhou um sentido maior e com ele um sentimento de gratidão, as motivações de viajar acompanham os números acima apresentados: viajar para recuperar de um luto, de um divórcio ou recuperar de uma doença, viajar para renovar-se a si mesmo ou reencontrar um novo sentido. Num artigo recente do GWI, Jennifer Walsh with Beth McGroarty alertam para a melhor receita preventiva de sempre: a Natureza como a forma de nos contactar com a fonte da vida e por regenerar o nosso cérebro e as nossas células – por isso é intuitivo a busca pelo mar, a serra, o campo ou a floresta. Há um mundo novo a emergir e é chocante que muitos estejam tão “presos” no passado ou no caos, que não conseguem ver acima a linha de água. Não podemos mais ter hotéis só porque é moda ou porque o ego é grande, não podemos ter novos hotéis que destroem o património natural ou cultural de um lugar apenas por especulação e interesses imobiliários.

Novos Critérios de Exigência
Esta nova realidade exige de todos nós uma maior responsabilidade nos projetos hoteleiros, um propósito real aliado ao wellness quando criamos uma marca, uma profunda abordagem à experiência humana (colaboradores, parceiros, clientes e hóspedes) e uma visão clara de sustentabilidade e responsabilidade perante o Planeta – o maior recurso de todos.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *