AHETA apela ao Governo para manter Algarve no Programa Golden Visa

Por a 14 de Janeiro de 2021 as 16:29

A Associação Dos Hotéis E Empreendimentos Turisticos Do Algarve fez esta quinta-feira, 14, um apelo ao governo a pedir que mantenha a região no programa Golden Visa. “Em nome dos superiores interesses da economia do Algarve e do País, a AHETA apela ao governo para não excluir a região dos chamados vistos gold, enquanto um dos mecanismos mais importantes de atração de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) para a região”, pede em comunicado.

A associação defende que este programa tem registado um “enorme sucesso”, representando um grande fator de desenvolvimento económico e social para o Algarve, quer através da atração de investimento externo, quer potenciando o turismo residencial e, por essa via, o emprego regional.

“A alteração do Regime Jurídico das Autorizações de Residência para Investimento, (ARI), pretende fazer deslocalizar estes investimentos para o interior do País, sem levar em consideração que os locais e as regiões se desenvolvem em função das suas vocações e não por meras alterações legislativas”, lamenta.

Estima-se que, apesar da enorme recessão económica que a região atravessa, no último semestre de 2020, os vistos gold injectaram na economia do Algarve cerca de 20 milhões de euros, para além de ter contribuído para a preservação dos promotores e das empresas do sector imobiliário e de actividades a montante e a jusante, as quais correspondem a milhares de postos de trabalho.

A AHETA explica que, apesar de no ano passado este mecanismo ter caído 5,7% a nível nacional, no semestre de julho a dezembro  gerou um total de 543,17 milhões de euros de Transferência de Capitais. “O Algarve ocupa, através deste Programa, o top três das regiões portuguesas que atraem mais investimento estrangeiro, depois de Lisboa e Porto”, acrescenta.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *