Faturação do Alojamento Local caiu 75% no segundo trimestre

Por a 27 de Novembro de 2020 as 10:53

A par do setor hoteleiro, também o Alojamento Local tem registado quebras significativas da ocupação este ano, consequência da pandemia da COVID-19. A maioria dos proprietários e gestores destes espaços, cerca de 80%, refere que teve uma quebra na faturação de 75%, entre abril e junho.

As regiões mais afetadas foram Lisboa e Porto, com quebras de faturação de 93% e 87%, respetivamente, seguindo-se o Algarve, com uma perda de 68%, revelou um estudo do ISCTE citado pela Lusa.

“As regiões fora dos grandes centros, apesar da perda, foram os mais resistentes graças ao crescimento de turismo e à mobilidade interna motivada pelos receios do contágio e pela procura de territórios com uma menor densidade populacional e mais ligados à natureza. Já o Porto e sobretudo Lisboa registaram maiores perdas de faturação na sequência da pandemia e da redução do turismo internacional”, referiu em comunicado, a coordenadora do estudo e professora do ISCTE, Sandra Pereira.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *