8950 é a nova marca de amenities livre de plástico

Por a 9 de Janeiro de 2020 as 11:39

É, provavelmente, um dos produtos mais ansiados pelos hoteleiros que procuram alternativas aos amenities embalados em frascos de plástico. A 8950 é a nova marca de produtos de acolhimento feita a partir de matérias primas 100% naturais e nacionais. O nome é o código postal de Castro Marim, local que acolhe a produção desta gama. O aroma da 8 9 5 0 é desenvolvido pelo perfumista Lourenço Lucena e é produzido com óleos essenciais e extratos de plantas autóctones do ecossistema constituído pela Serra do Caldeirão, Barrocal e sistema dunar algarvios, conjugando plantas alimentares, com medicinais e de cosmética, como murta, alecrim, tomilho, perpétua das areias, erva cidreira e esteva. O sabão líquido, o champô e o leite de corpo apresentam-se em frascos em cerâmica de Alcobaça, desenhados pela ceramista Sofia Magalhães, e estão isentos de plástico. As embalagens em papel de algodão são da autoria de Joana Areal.

Esta nova coleção de amenities foi criada pela mão de Eglantina Monteiro, antropóloga de formação, professora universitária e gestora da unidade de turismo rural Companhia das Culturas. Foi na procura de um produtor de óleos essências que Eglantina se cruzou com a Pharmaplant, uma pequena fábrica sediada em Alcoutim. “Este encontro foi decisivo. Percebi que podia resolver um problema com que há muito nos debatíamos: a péssima qualidade das amenities. Apesar de nunca termos oferecido unidoses – sempre utilizámos dispensadores – tínhamos vergonha do sabão e champô que oferecíamos aos nosso clientes, uma espécie de veneno homologado, tal como acontece na indústria alimentar e agricultura intensiva”, explica a empresária.

Eglantina Monteiro

O projeto demorou dois anos e meio a ser concebido e as embalagens foram o maior desafio. “Na impossibilidade de produzirmos frascos em Portugal – as fábricas da Marinha Grande só aceitam encomendas com formato próprio se for na ordem dos milhares – recorremos à produção em cerâmica. A Manuel Rosa Cerâmica, no concelho de Alcobaça, é uma fábrica exemplar. Lá podem-se mandar fazer 20, 30 ou 10 mil unidades. Cada peça passa pela mão de 10 pessoas. É um trabalho delicadíssimo, a que as mais sofisticadas marcas internacionais recorrem”, explica.

A 8950 dispõe de sabão líquido, champô, creme de corpo e acessórios como escova de dentes em bambu, pasta dentrífica biológica, bálsamo labial, touca de banho compostável e cotonetes discos de algodão biodegradáveis. Há ainda frascos com doseador, embalagens de recarga e suportes de parede, sendo também possível personalizar todos os frascos dentro de uma gama de tons predefinidos. Além da distribuição para hotelaria, o sabão, o champô e o creme de corpo estão à venda em lojas selecionadas

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *