Hoteleiros perspetivam verão sem crescimento

Por a 8 de Julho de 2019 as 9:30

A ocupação hoteleira no próximos meses de verão deverá ser idêntica à do ano passado. Estas são as perspetivas da maioria dos hoteleiros nacionais, de acordo com um estudo divulgado pela AHP.

Ao todo, 54% dos hoteleiros consideram que a taxa de ocupação será igual à de 2017, sendo região centro é a mais otimista com 43% dos hoteleiros a perspetivar que este indicador será melhor. Já a Madeira é a mais pessimista com 47% a considerar que será pior. Para 86% dos inquiridos no Algarve, 75% em Lisboa e 64% nos Açores e 53% no Norte a taxa de ocupação vai ser superior a 80%. Também a estada média deverá manter-se nos mesmos valores do verão passado.

“À semelhança do que aconteceu no verão de 2018, os hoteleiros estão menos otimistas em termos de crescimento da ocupação, isso acontece porque já estamos a falar de valores acima dos 80%, pelo que, naturalmente, é menor o potencial de crescimento. Perspetiva-se também que o ARR e o RevPAR sejam melhores do que no ano anterior, até porque nestes indicadores ainda há margem para crescer, considerando que será o primeiro (ARR) que irá impulsionar o segundo indicador (RevPar)”, refere em comunicado, Cristina Siza Vieira, CEO da AHP.

Por outro lado, as perspetivas dos inquiridos sobre os indicadores ARR (Preço Médio por quarto ocupado) e RevPAR (preço médio por quarto disponível)  são otimistas, prevendo-se um crescimento face a período homólogo.

O principais mercados na hotelaria nacional serão o interno, o espanhol e o francês, de acordo com os dados da AHP.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *