Algarve fecha 2017 com dados positivos

Por a 5 de Janeiro de 2018 as 17:21

O Algarve fechou o ano de 2017 com dados muito positivos no sector hoteleiro, segundo os números  divulgados esta sexta-feira pela AHETA.

Assim, a taxa de ocupação global média/quarto registada na região mais a Sul do País fez do mês o melhor Dezembro das últimas duas décadas, com o indicador a alcançar os  39,9%, 2,3 p.p. acima da verificada no ano anterior.

O mercado nacional foi o que mais contribuiu para a subida verificada (+3,2 p.p.), destacando-se, também, os crescimentos verificados nos mercados espanhol, alemão e holandês. No lado oposto da tabela, de salientar o comportamento do  mercado britânico (-3,6 p.p.) , que apresentou a maior descida.

Por zonas geográficas, as maiores subidas ocorreram nas zonas de Tavira (+8,4 p.p.) e Vilamoura / Quarteira / Quinta do Lago (+6,7 p.p.). Albufeira, a principal zona turística do Algarve, registou uma subida de 4,0 p.p. As principais descidas ocorreram em Monte Gordo / VRSA (-10,5 p.p.) e Faro / Olhão (-8,0 p.p.).

Por categorias, assinala-se a subida nos aldeamentos e apartamentos turísticos de 3* (+7,7 p.p.) e nos hotéis de 5 estrelas (+7,2 p.p.).

O volume de vendas aumentou 12,3% durante o mês, assinala a AHETA.

Em termos acumulados, desde o início do ano, a taxa de ocupação quarto regista uma subida de 2,0% e o volume de negócios um crescimento acumulado de 10,0%.

“A aumento da ocupação neste mês resultou, sobretudo, do aumento da procura por parte dos nacionais e, do facto de a passagem de ano, ter coincidido com um fim de semana alargado”, sustenta a associação.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *